Como evitar a celulite?

postado em: Blog | 0
Certos tratamentos estéticos ajudam – mas precisam estar associados a uma dieta balanceada e a uma rotina de exercícios!
Certos tratamentos estéticos ajudam – mas precisam estar associados a uma dieta balanceada e a uma rotina de exercícios!

Aquelas pequenas ondulações na pele preocupam muitas mulheres. Por que elas ocorrem, e o que podemos fazer para evitá-las (ou, pelo menos, para diminuir o problema)? O dermatologista Dr. Alexandre Haddad explica!

O que é celulite?
A celulite é caracterizada pelo aspecto ondulado da pele de algumas áreas do corpo. Afeta 85% a 98% das mulheres após a puberdade, de todas as raças, embora as caucasianas sejam as mais afetadas. Raramente é observada em homens, mas pode ocorrer quando eles têm algum desequilíbrio hormonal.

Não é considerada uma doença, contudo é uma preocupação estética importante para um grande número de mulheres. A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, coxas e nádegas; também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdome, braços e nuca – curiosamente áreas em que é observado o padrão feminino de deposição de gordura.

Além disso, a obesidade não é condição necessária para a sua existência: há mulheres magras com celulite.

De onde ela vem?
A causa da celulite não é plenamente conhecida e é pouco estudada; existem inúmeras suposições não comprovadas. Os fatores predisponentes parecem ser hereditários, tais como: sexo, etnia, biotipo corporal e distribuição de gordura. Os fatores agravantes não confirmados seriam: hábitos alimentares inadequados, sedentarismo, estresse, medicamentos e gravidez.

Muitos estudiosos consideram a celulite como uma condição fisiológica, característica das mulheres, com muitos fatores envolvidos, mas desconhecidos.

Existem vários graus de celulite, desde aquele em que as depressões só aparecem quando se pinça a pele com os dedos ou os músculos se contraem, até o aspecto acolchoado e nodulações sempre visíveis.

Tem tratamento?
A celulite constitui motivo de insatisfação e grande busca por tratamentos. Porém, é preciso ter cuidado e avaliar com senso crítico as propostas de tratamento que, muitas vezes, têm custo elevado e desproporcional aos resultados possíveis.

Muitos cremes têm sido sugeridos sem nenhuma evidência de eficácia e sem nenhum efeito, exceto a hidratação da superfície da pele. Parece que uma dieta balanceada e bem orientada pode melhorar o aspecto da celulite pela redução da gordura.

Muitos suplementos alimentares e misturas herbais estão disponíveis no mercado, com diversos apelos de benefícios na celulite e redução da gordura, mas sem nenhuma comprovação até o momento.

Existem muitos procedimentos sugeridos que até apresentam alguma melhora imediata, mas em geral, não apresentam efeitos a médio e longo prazo. Entre esses procedimentos destacam-se: subincisão, drenagem linfática, radiação infra-vermelha, laser, radiofrequência, ondas de choque ou ondas acústicas, ultrassom focado etc. Em geral, são propostas associações desses tratamentos, com exercícios físicos e dieta adequada que, sem dúvida, são importantes para saúde geral.

Concluindo, o tratamento da celulite é muito difícil. É preciso cuidado com a imensa propaganda de produtos (cremes, suplementos) e “aparelhos” com promessa de resultados milagrosos, em geral de custo elevado e eficácia muito variável.”

Acompanhe a Silvia’s Fitness no Facebook e no Instagram e fique de olho nas novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *