A iluminação da academia afeta o treino?

postado em: Blog | 0

blog-iluminacao-academia

Se você vai começar a treinar em academia, atenção à iluminação ambiente: ela faz toda a diferença no seu treino!

“A luz é essencial para a ambientação, pois como nem sempre as atividades físicas são feitas com prazer, ela pode oferecer a sensação de bem-estar e conforto”, explica a arquiteta e lighting designer Neide Senzi, em entrevista ao site AECweb.

Uma luz muito forte tira a concentração (ainda mais na hora de abdominais e leg press, quando você está olhando para o teto), mas uma luz muito fraca, dependendo da atividade, pode ser desestimulante.

Cada ambiente deve ter uma iluminação adequada às atividades que são feitas nele. “A luz de um vestiário é completamente diferente da luz de uma sala de spinning, que, por sua vez, não é a mesma da área de musculação”, ressalta a arquiteta.

Fique de olho e veja se sua academia tem uma iluminação bem planejada:

– Salas de Yoga e Pilates: como as atividades exigem concentração, a iluminação deve produzir sensação de relaxamento. Luz amarelada (morna) e de intensidade média é o tipo mais indicado.

– Sala de spinning: é comum utilizar iluminação cênica, que acompanha a música para estimular o treino e dar um ar “teatral” à aula. Uma luz forte, nesse caso é muito apropriada.

– Salas de musculação, lutas, dança e atividades aeróbicas: luz branca e mais intensa é ideal para manter o corpo estimulado. Similar à luz de um escritório.

– Piscina: para se evitar acidentes, é recomendado que as lâmpadas sejam colocadas fora da projeção do tanque de água. O uso de rebatedores (que podem ficar acima da piscina) também é recomendado.

Com informações de AECweb

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *